Home Destaque Gramado realiza premiação da Nota Fiscal Gaúcha

Gramado realiza premiação da Nota Fiscal Gaúcha

5 Primeira leitura
0
0
122

Gramado – A fim de buscar estímulo para o gramadense exercer seus direitos de consumidor e cidadão, ao exigir a correta aplicação dos recursos públicos, Gramado tem recebido o incentivo de participação no programa Nota Fiscal Gaúcha, realizando sorteios próprios.

Na última quinta-feira, 18, o secretário da Fazenda, Paulo Bisol, entregou quatro prêmios referentes aos sorteios dos meses de novembro e dezembro de 2017. Juliana de Moraes, Rozângela da Silva, Alessandro Kloeckner, de Gramado, e Tania Maria Romani, de Porto Alegre, foram os premiados. Cada um recebeu uma quantia no valor de R$ 500.

A Nota Fiscal Gaúcha é um programa que, por meio da distribuição de prêmios, visa incentivar os cidadãos a solicitar a inclusão do CPF na emissão do documento fiscal no ato de suas compras, bem como conscientizá-los sobre a importância social do tributo. Através do programa, os cidadãos concorrem a prêmios de até R$ 1 milhão. As entidades sociais por eles indicadas são beneficiadas por repasses e as empresas participantes reforçam sua responsabilidade social com o Estado e a sociedade gaúcha.

Gramado aderiu ao programa em 2015, com dois prêmios de R$ 500 por mês para todos que consumirem bens na cidade, pedirem a nota fiscal e se cadastrarem no programa por meio do site https://nfg.sefaz.rs.gov.br. A maioria dos pagamentos são feitos via depósito, já que nem sempre o ganhador reside na cidade.

Confira os benefícios ao Estado, empresa, entidades e cidadãos.

Ao Estado

  • Incentivo à formalização e justiça fiscal na arrecadação dos recursos públicos.

  • Ação preventiva por meio da cidadania fiscal.

  • Enfrentamento da sonegação.

  • Aumento da eficiência na administração tributária.

  • Aumento da confiabilidade no documento fiscal.

  • Visão do fluxo das cadeias produtivas.

À empresa

  • Diferencial competitivo: cliente concorre a prêmios de até R$ 1 milhão.

  • Incentivo às vendas pelo comércio formal.

  • Redução da concorrência desleal.

  • Redução de custos pela ampliação do uso de documentos eletrônicos.

  • Identificação dos consumidores em cada venda.

  • Fortalecimento da imagem de empresa socialmente responsável e comprometida com o desenvolvimento do Estado.

Ao cidadão gaúcho

  • Participação em sorteio de prêmios em dinheiro.

  • Maior segurança em suas compras por optar por estabelecimentos regularizados.

  • Facilidade na identificação de seus documentos fiscais pela disponibilização de extrato eletrônico de suas compras.

  • Maior compreensão da função social do tributo.

  • Escolha e indicação de projetos de entidades sociais para receber repasses conforme a pontuação recebida.

  • Participação cidadã na construção de um Estado comprometido com a prestação de serviços públicos qualificados.

  • Desconto do Bom Cidadão (IPVA).

Às entidade sociais

  • Mais recursos a serem aplicados nos seus projetos.

  • Maior visibilidade de suas ações e projetos.

  • Ampliação da compreensão de seu trabalho pela sociedade.

  • Maior interação com a comunidade.

  • Substituição das cautelas físicas por bilhetes eletrônicos.

  • Sistema de pontuação mais simples e transparente.
    por Clara Casagrande

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação
Carregar mais por Destaque

Veja Também

Brigada apreende motocicleta furtada

Gramado – Na noite de quinta-feira, 24, por volta das 19h30m., a Brigada Militar de …